quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Castração é um ato de amor

  Esse ato pode parecer um pouco cruel, mas você já parou para olhar a quantidade de cães de rua que a cidade que você mora possui? Você já parou para pensar na quantidade de doenças (as chamadas zoonoses) que eles podem abrigar e posteriormente transmitir aos seres humanos? 

  Pois é.  O problema real é o aumento dessa população, não somente pelo acasalamento dos animais de rua mas também por aqueles que têm donos e que os mesmos não têm condições de cuidar das proles.
  Daí surgem a maioria dos abandonos, apreensão e eutanásia. Isso sim é uma crueldade.

  Por isso, a melhor solução é a castração. É uma operação segura, recuperação em aproximadamente uma semana com desconforto mínimo.

Vantagens:
-Evita ninhadas não desejadas.
Você pode dizer que nunca se 'desfaria' de uma ninhada. Enquanto são filhotes, é muito fácil cuidar e até mesmo doar. Mas quando crescem, eles exigem cuidados maiores, nem sempre agradando seus donos.

-Animais castrados são mais saudáveis.
Com a castração, o macho têm menos chances de desenvolver problemas de próstata e tumores testiculares. Na fêmea, o risco de tumor na mama é de aproximadamente 0,5%, antes do segundo cio pode chegar até 8%, e para aquelas castradas que já tiveram dois ou mais cios até 26%.


-Mudanças de comportamento.
Animais castrados são mais comportados, porém sem deixar de manter a caracteristica de “cão de guarda”. Se a castração ocorrer precocemente, não levará o animal à obesidade, como é popularmente conhecido. Já quando acontece com o animal adulto, corre o risco sim dele ficar obeso, mas nada que uma dieta e muita brincadeira não resolva.




Claro, há razões para que o castramento não aconteça. Você pode saber mais detalhes no site Saúde Animal.

       Fontes: http://www.inpa.com.br/dicas/tumor_mama.htm
                    http://www.saudeanimal.com.br/artigo83.htm
                                                                                            
 


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário